Dicas de cuidados com a pele de bebê – Veja o que fazer!

A pele de bebê é super delicada e requer de inúmeros cuidados especiais. Neste post lhe apresentaremos dicas valiosas de como protegê-la do jeito certo e quais mitos devemos erradicar sobre os cuidados com os pequenos.

Fique sabendo que a pele é a primeira defesa do nosso corpo, em função disso, o seu cuidado deve ser uma das principais preocupações, desde o nascimento. Afirmamos isso porque, ao nascer, a pele é muito mais fina e com um PH ácido que requer maiores cuidados de proteção.

Frequentemente, as mamães de plantão e também os papais, acabam esquecendo o quanto é diferente uma pele de recém nascido, em relação à pele das pessoas adultas. Muitos adultos não têm uma ideia clara de como cuidar da pele do bebê nos primeiros dias de vida.

Além disso, muitos desconhecem que nos primeiros dias a pele segue amadurecendo e ao longo das semanas e meses ela vai passando por muitas mudanças na sua aparência e também na textura.

Basicamente, a pele de um bebê recém nascido tem:

  • Cor da pele avermelhada ou em tom púrpura;
  • A pele do bebê costuma adquirir uma substância cerosa e espessa, a qual é denominada de unto sebáceo, mas é algo importante que protege o bebê do líquido amniótico, por exemplo.
  • Também possui uma camada fina e suave que recobre o couro cabeludo, testa, bochechas, ombros e costas.
  • Na grande maioria dos casos, a pele é muito mais fina, mas os bebês prematuros têm a pele mais fina e transparente ainda, enquanto que os que nascem em tempo normal adquirem uma pele mais  grossa.

Segundo especialistas, a pele do bebê ao nascimento está perfeitamente constituída, principalmente quando ele nasce no tempo certo. 

No entanto, a capa de pele que recobre essa derme, conhecida como vernix, possui um PH considerado elevado, variando entre 4.5 e 5.5 e isso fará com que o bebê leve alguns dias até que sua pele se fortaleça.

Independentemente do fato da pele do bebê ser muito mais fina do que a pele de um adulto, é importante que saibamos como manter equilibrado o PH para evitar casos de dermatite ou infecções na pele.

Você pode gostar de ler também o artigo: Como não deixar o trabalho tomar conta de toda sua vida

Cuidados necessários para a pele de bebê

Conforme especialistas em saúde da pele de bebês, através da ciência pediátrica e também das técnicas de cosmética, cientistas foram descobrindo quais são os cuidados básicos essenciais para a pele de bebê.

pele de bebê

Antigamente, acreditava-se que os únicos cuidados essenciais para a pele do bebê era banhá-lo, secá-lo e colocar um talquinho. Atualmente, os estudiosos apontam que devemos ter mais precaução ainda para o cuidado com o bebê e derrubar alguns mitos com relação ao uso de produtos para os nossos pequenos.

Pensando nesta necessidade de instruir os papais e mamães de plantão no cuidado da pele do bebê, separamos no conteúdo de hoje algumas dicas valiosas. Confira a seguir:

CONHEÇA DICAS PARA DORMIR MELHOR

Dica 1 – Seja consciente que de seu bebê recém nascido tem um PH ácido na pele

A ciência evoluiu muito nos últimos anos, inclusive no tratamento de problemas de pele. Neste caso, muitos cuidados são essenciais na hora de focar no PH da pele do bebê.

A sigla PH significa Potencial de Hidrogênio, e nada mais é do que uma medida da acidez ou alcalinidade que é produzida na pele por uma camada entre a epiderme e a derme, a qual chamamos de hipoderme.

 pele de bebê

CONHEÇA SUPLEMENTOS NATURAIS PARA MANTER SUA SAÚDE FÍSICA

A sua principal função é a de criar um mecanismo de proteção no manto da pele, com vistas a garantir a manutenção e restauração da sua defesa natural.

Estudiosos apontam que o manto hidrolipídico não permite que bactérias, fungos ou microorganismos que vivem naturalmente na pele cheguem a colonizar e saiam ganhando a guerra.

No caso dos bebês, a pele ainda não está totalmente desenvolvida, então é preciso buscar produtos que estejam alinhados aos cuidados do PH ácido dos pequenos, ao redor dos 5 meses de vida dos bebês.

Dica 2 – Não retire o vérnix do seu bebê

A grande maioria dos bebês estão cobertos por uma camada de gordura fina, muito fina na verdade e esbranquiçada, a qual é chamada de vérnix caseosa. A função dessa camada protetora é distanciar a pele delicada do bebê de agentes que possam irritá-lo, tais como a umidade do líquido amniótico ou casos de desidratação.

Sendo assim, afirmamos não ser conveniente a retirada dessa camada de gordura fina, principalmente nos primeiros dias. Passando esses primeiros dias, ela será absorvida naturalmente, sem a necessidade de lavá-la.

Além disso, ela é muito útil, uma vez que ajuda ao seu bebê para que possam manter a temperatura corporal, e também colabora para a nutrição da pele e encaminha vitamina E.

Sua ação antioxidante irá proteger a pele do bebê das radiações solares.

Dica 3 – A higiene da pele de bebê

Antes de colocar o seu bebê para tomar banho, é importante aquecer, tanto a água da banheira, como todo o ambiente do banheiro.

 pele de bebê

ORIENTAÇÕES PARA A SAÚDE MENTAL

Recomenda-se que a água esteja sempre morna, entre 37 ou 38 graus. Para certificar-se de que será agradável ao seu bebê, você pode controlar esta temperatura com a mão, ou com o cotovelo, como diriam as vovós de plantão!

Após dar banho no seu bebê e secá-lo, com a pele ainda um pouco úmida, você pode aproveitar para fazer uma massagem na pele dele, o que é super relaxante e acaba estimulando as terminações nervosas do bebê. Pode usar uma loção líquida neste processo e ele irá adorar.

Conheça o autor do artigo:
Mônica
: Apaixonada pela escrita e pelas palavras. Escrevo para explorar ideias, compartilhar histórias e criar conexões. Meu objetivo é inspirar, informar e emocionar através das palavras.
veja todos os artigos
artigos relacionados Read also:
Stocks Stocks React Sharply to March Inflation Surge

On Wednesday, US stocks experienced a significant downturn following the release of inflation data for March. The Dow Jones Industrial Average closed down 422 points,…

Gen Z Gen Z: Challenges and Opportunities

The entry of Generation Z (Gen Z), born between the late 1990s and early 2010s, into the workforce has sparked discussions about the unique economic…

Special
The best cards of 2024 Conteúdo desenvolvido por especialistas em crédito
See the full list